Integridade… Seja um Líder! Seja um Herói!

Os Valores Profissionais praticados estão diretamente relacionados com a Credibilidade de qualquer profissional, empresa ou instituição.
Cabe a todos nós sermos os verdadeiros Líderes e Heróis na construção de uma sociedade profissional credível e íntegra!

Atualmente vivemos sujeitos a enormes pressões profissionais onde o Sucesso, infelizmente, se mede essencialmente pelo retorno financeiro, ou seja diretamente relacionado com a capacidade e vertente comercial. Isto aplica-se transversalmente, independentemente da escala ou dimensão do negócio ou profissão, desde o Empresário Individual ou Profissional Liberal, passando pelas PME’s e abrangendo obviamente as grandes Empresas.

Esta pressão advém principalmente de um aumento galopante da concorrência e dos Valores que estão a ser vividos, defendidos e ensinados na nossa sociedade, em que o Sucesso se mede pelo retorno financeiro rápido, e em que o “como” pouco interessa… Desde que se atinjam os objetivos.

Valores são algo que, desde crianças, vamos aprendendo e interiorizando nos nossos hábitos de conduta, a começar pelos nossos Pais e familiares mais próximos, posteriormente pelos educadores e professores, pelos grupos Sociais, Religiosos, Culturais, enfim por todos as pessoas com que convivemos e que se tornam referências na nossa Vida.

Estes Valores são-nos passados verbalmente como “regras” mas principalmente através dos exemplos comportamentais a que, de uma forma constante e repetitiva estamos expostos, passando a considera-los como “normais”, e que, ainda que de uma forma inconsciente, vamos catalogando como bitola de certo/errado e dai surgem os juízos de valor sob a forma de comportamento aceite/desejável ou inaceitável/condenável.

Ao chegarmos à idade adulta, supostamente caraterizada pelo momento em que passamos a ser responsáveis pelas nossas escolhas, naturalmente fazemos uma seleção do que faz sentido para nós, e escolhemos a nossa própria lista de Valores que regerá a nossa Vida.

A palavra Integridade vem do latim integritate, que significa a qualidade de alguém ou algo ser íntegro, de conduta reta, coerente, pessoa de honra, ética, o que é verdadeiro, justo, genuíno e perfeito.

Infelizmente, cada vez mais podemos constatar que, na maioria dos casos, há uma diferença abismal entre o “discurso” e a “prática”, entre o anunciado e o que de facto acontece. E o mais grave, no meu entender, é que isso quase é considerado “normal” e aceitável, sob a desculpa “todos o fazem!”

… E Você…considera-se íntegro? …até que ponto Você pratica o que defende? …A Integridade faz parte dos seus Valores de Vida e Prática Profissional? A Integridade Profissional reveste-se de uma importância extraordinária pois, quando inexistente, implicará o prejuízo de toda a Credibilidade no Profissional, no produto ou serviço que este representa, e da Empresa ou Instituição a eles associado.

É essencial recuperar e valorizar este Valor na nossa Sociedade, restaurando a economia de forma positiva, premiando a honestidade e transparência, e valorizando quem realmente tem o mérito, ou o conhecimento, em vez daqueles que apenas são “máquinas publicitárias e de vendas” que utilizando técnicas extraordinárias e comprovadas, como a PNL, mas de uma forma subversiva, criam a ilusão generalizada de valor.

Para colmatar esta questão, cada vez mais se exigem aos profissionais que sejam certificados nas áreas de desempenho, o que de facto acho importante, mas isto criou um novo negócio! Agora por todo o lado podemos aceder a centenas de certificações, geralmente com nomes pomposos e cativantes, muitas até no atualmente tão popular regime “Low-Cost”… Mas que valor ou credibilidade têm essas certificações? Como e com que rigor é verificada a verdadeira capacidade do profissional certificado? E quem certifica as empresas que apresentam e comercializam estas certificações?

A meu ver, as certificações devem ser feitas por entidades competentes e externas, de forma a manter a isenção de interesses, e que estas mesmas sejam certificadas a nível dos seus Standards de Qualidade, devidamente comprovados. Mas acima de tudo, o maior órgão regulador deste valor é a nossa própria consciência, sendo nossa a escolha de como queremos viver, quem queremos ser, e que exemplo queremos passar. Eu acredito que Sucesso passa pela relação inabalável de Integridade para connosco próprios!

Como disse Francis Bacon…
“Não é o que comemos mas o que digerimos que nos torna mais fortes, não é o que ganhamos mas o que poupamos que nos torna mais ricos, não é o que lemos mas o que recordamos que nos torna mais sabedores, e não é o que professamos mas o que fazemos que nos confere realmente integridade!”

Em suma:
Ser íntegro pressupõe ser coerente, verdadeiro, ético, correto, justo, genuíno e ter Honra…
E isto é um princípio inalienável e inconfundível!
Ser íntegro é um traço forte de carácter, virtude própria dos verdadeiros Líderes e Heróis.

…Ser integro é condição essencial ao respeito próprio e ao valor intrínseco do Ser Humano!


“A Verdadeira Integridade é fazer a coisa certa…
…sabendo que ninguém irá saber se você a fez ou não!”
                                                                                                                 Oprah Winfrey

By Diana Metello

International Results  Coach
CEO & Founder @ Action For Success
Published in “PROGREDIR”  –  Novembro 2013

 

…Wake Up!!!

Ao ler este artigo vai perceber porque é que, apesar de todos os argumentos que usou para si próprio até hoje, Você não se pode dar ao luxo de não investir em Si!!!
Ao ler este artigo vai perceber o preço que tem pago, e que vai continuar a pagar, se optar por não ter um Coach!

…This is a Wake Up Call!!!

…”Não tenho tempo!” …”Agora não me dá jeito, vou da próxima vez!”
…”o meu caso é diferente!” …”Não tenho dinheiro para isso!”

As perguntas que lhe fazemos são:
# Tem tempo para perder Oportunidades Profissionais?
# Dá-lhe jeito nunca atingir o seu Verdadeiro Potencial ou os seus sonhos?
# Quanto custa deitar a perder um Casamento ou Relação, não saber gerir as relações com os seus Filhos, os seus Colegas, ou com o seu Chefe?

Mais ainda lhe perguntamos:
# É a Pessoa que sempre sonhou ser?
# Faz o que gosta? Vive como quer?
# É Feliz?

Se a sua resposta é “Sim”… Parabéns!!! …Temos a certeza que fez, e faz, por isso!
Se a sua resposta for “Não” …O que acha que aconteceu?

Tudo na Vida implica uma definição de Prioridades, uma Opção , uma Decisão!

A grande maioria das pessoas, ainda que inconscientemente, assume uma postura de vítima quando algo na sua vida não lhe corre de feição… “Tenho Azar!”

…e assim se convencem da sua impotência, desresponsabilizando-se das consequências, muitas vezes desastrosas, de não arriscarem e não investirem no que é importante… ficando eternamente na sua “Zona de Conforto”.

…Será que é realmente uma “Zona de Conforto”?

Não será antes uma zona de comodismo e alheamento dos resultados e responsabilidade das nossas atitudes e escolhas, em que passivamente nos conformamos com o “poucochinho”, o medíocre, o “normal” …deixando que a Vida, a Realização e a Verdadeira Felicidade nos passe ao lado?

O problema agrava-se quando de facto esta condição é assumida como “normal” e nos rodeamos de pessoas que dia após dia reforçam este conceito e aceitam esta realidade como incontornável. Se o reforçarmos em cada conversa que temos estes factos tornam-se “verdades absolutas”!

Geralmente quando falamos em “preço” associamos a dinheiro… mas há “preços” muito mais valiosos!
Não agir, não mudar, não investir em si tem um custo elevadissimo!

…É sempre mais fácil culpar os Pais, o sítio ou a condição socio-económica em que se nasceu, o problema de saúde, a falta de tempo, o chefe, o colega, a mulher, o marido, a tia … ou simplesmente os “azares do destino” …TUDO menos a única pessoa responsável pela situação… VOCÊ!!!

ATENÇÃO: …This is a Wake Up Call!!!
Não perca mais Tempo!
Não deixe a SUA VIDA passar-lhe ao lado!
Não pague mais Facturas elevadas por não agir!
…Está na Hora de Investir em Si!!!

Ora bem… Quer mudar? Então lembre-se que a mudança está nas escolhas que fazemos em milhares de pequenos momentos no nosso dia-a-dia!

A primeira coisa, e provavelmente a mais importante, a mudar é o seu Mindset!

Já Einstein atestava que: “Nenhum problema pode ser resolvido pelo mesmo estado de consciência que o gerou. É preciso ir bem mais longe que isso!”

…e há ainda outra citação muitas vezes atribuída erradamente a Einstein (ele próprio a atribuiu a Rita Mae Brown) que ilustra bem este paradigma: “Insanidade é continuar a fazer sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes!”

Ao considerar uma Mudança, ou quando queremos atingir Objectivos que até hoje não conseguimos atingir, podemos ser assaltados por alguns medos, sentimentos de desorientação ou até não saber como ou por onde começar. O mais importante é perceber que para atingir Resultados significativos não tem que, nem deve, fazer este Processo sozinho!

# Já viu algum Atleta atingir Resultados sem o acompanhamento de um Treinador?
# Já viu algum Pianista profissional que não tenha tido um Mestre?
# Já viu alguma Criança que tenha aprendido a andar de bicicleta sozinha?
…Claro que não!!!

…então porque é que nós, quando queremos aprender ou desenvolver alguma Competência, mudar ou implementar um Novo Hábito, definirmos um Plano Estratégico de Sucesso querendo contemplar outros pontos de vista que para nós têm muitos “ângulos mortos”, ou temos a necessidade de identificar e eliminar os nossos próprios “Sabotadores Internos” inconscientes, achamos que o conseguimos fazer sozinhos?

Sabia que procurar ajuda e formas de alavancar os nossos recursos é um sinal de inteligência?

O recurso a um Coach Profissional permite-lhe accionar 7 Chaves Essenciais para o Seu Sucesso!

1# Mudanças Efectivas de Comportamentos e Hábitos

Este é o principal Objectivo do Coaching! …Resultados!
Mencionando Anthony Robbins, que é sem dúvida a maior autoridade mundial actual, em matéria de obtenção de Resultados, este afirma que uma das perguntas mais frequentes que lhe colocam é: “o que tenho que fazer para obter Resultados que se mantenham ao longo do tempo?”
AR explica que o problema está precisamente aqui: todos queremos mudanças, mas pouco fazemos por isso.

Por Exemplo: todos queremos perder peso e manter a forma… Mas será que todos treinamos e temos uma alimentação correcta?
Quer deixar de fumar…. mas anda a contar os dias, em sofrimento e a suspirar por um cigarro?

As mudanças requerem um plano, um compromisso e ferramentas poderosas para as levar a cabo, sendo a mais importante o Coaching.

2 # Catalizador de Tomadas de Consciência importantes e o essencial Autoconhecimento

Um Coach Profissional possui conhecimentos, técnicas e recursos que lhe permitem catalizar insights e desta forma acelerar processos de consciência e auto-conhecimento que de outra forma poderíam levar anos… ou nunca chegar a acontecer.
Uma vez identificados Bloqueios e Sabotadores Internos, estes podem ser resolvidos ou eliminados, permitindo perceber motivações inconscientes que impediam o processo de mudança e revelar recursos internos poderosos que muitas vezes são cruciais para atingir os Objectivos pretendidos.

3 # Formulação de Objectivos de Sucesso e Alinhamento de Valores

A correcta formulação de Objectivos é essencial ao sucesso dos mesmos!
A coerência entre os Valores pessoais e os Valores praticados será determinante para a felicidade e realização do indivíduo, quer a nível pessoal como a nível profissional.

Por exemplo, Segundo o ICF Global Coaching Client Study, 67% das pessoas que recorreram a um Coach revelaram melhorias muito significativas na gestão da relação vida profissional/vida pessoal.

Esta competência de ‘gestão’ é trabalhada nas sessões de Coaching e conduz à realização pessoal do indivíduo. Pessoas mais felizes são pessoas mais Criativas e Produtivas.

4 # Desenvolvimento de Skills e Estratégias Eficazes adaptados à sua
situação concreta (Pessoal ou Profissional)

Um Coach faz uma diferença determinante quer nas organizações, ao gerir as diferentes motivações, levando a que os objetivos globais tenham sucesso perante os interesses e objetivos individuais, quer em processos individuais em que o desenvolvimento de Soft Skills é determinante em termos de comunicação eficaz e nos relacionamentos.

Por alguma razão o especialista em inteligência emocional Daniel Goleman propõe o Coaching como um dos seis estilos de Liderança Emocional.

5 # Visão, Motivação e Momentum

Um Coach contribui criativamente, estimulando a capacidade de visualizar um maior leque de opções e possibilidades, e simultâneamente ajuda a definir com precisão, e um enorme realismo, a Visão do Objectivo escolhido, ancorando-a emocionalmente e mentalmente.

Assume também um papel crucial ao identificar Motivações internas, e a criar Motivações externas, que são essenciais às estratégias e manutenção de comportamentos a longo prazo, mantendo assim o Momentum ao longo de todo o Processo e permitindo que a pessoa se mantenha na trajectória por si própria.

O facto de ter alguém que tem os nossos interesses como prioridade, a quem se vai “prestando contas”, ajustando estratégias, e que tem parte activa na monitorização dos progressos é também um factor muito importante e que contribui para a eficácia do Coaching.

6 # Feedback Assertivo e Imparcial

Uma das maiores vantagens em recorrer a um Coach Profissional é o valioso imput que este pode fornecer, de forma assertiva e imparcial ao dar feedback sobre a forma como lidamos com as diferentes situações, ou como as percepcionamos, dando-nos uma visão mais abrangente e dissociada e permitindo a tomada de decisões mais balizadas, evitando falhas de assessment que podem por em causa os resultados pretendidos, e simultâneamente permite uma noção real da evolução e qual o ponto de situação.

7 # Compromisso com a Melhor Versão de Si Mesmo

Por definição, um Coach Profissional assumiu um Compromisso com a Excelência e nesse sentido disponibilizará todos os seus recursos técnicos e manifestará todo o seu empenho e dedicação, sendo seu “parceiro de jornada” e celebrando consigo cada conquista, no sentido de o ajudar a atingir o Seu Verdadeiro Potencial e a tornar-se na Melhor Versão de Si Mesmo!

 

Como diz Paulo Coelho: “O Mundo está nas mãos daqueles que têm a Coragem de Sonhar e de correr o risco de Viver os Seus Sonhos!!!”

Chegou a sua hora!!! …Esta é a sua “Call to ACTION!!!”

 

 

By Diana Metello

International Results  Coach
CEO & Founder @ Action For Success

Bem-vindo ao Clube dos Empreendedores Relacionais!

O que caracteriza o Empreendedor Relacional?
Como encarar os Relacionamentos à luz do Espírito Empreendedor de forma a criar e contribuir para relacionamentos saudáveis e felizes!

Já reparou que as pessoas mais facilmente investem na carreira, num negócio ou empresa, do que nas relações pessoais?

Já constatou que a grande maioria das pessoas acredita que os relacionamentos são fruto do acaso, de uma coincidência, do destino ou sorte?

Alguém que pense assim, deixa-se levar pela irresponsabilização do que lhe acontece na vida, aceitando passivamente, como um barco à deriva, as direções que a relação toma, de forma fatalista e impotente.

Já há alguns anos que se fala muito de Empreendedorismo em Portugal.

Convivendo com centenas de Empreendedores, verificamos que as pessoas estão de facto mais despertas e interessadas no desenvolvimento das suas características empreendedoras, explorando ao máximo recursos e competências para atingir objetivos e resultados a nível profissional, mas nem sempre são capazes de aplicar esse mesmos skills na construção de um projeto de vida tão importante como um relacionamento.

Já pensou que, assim como um Empreendedor toma nas suas mãos o seu destino profissional, e cria a sua própria realidade, concretizando os seus Objetivos e Sonhos empresariais, pode utilizar os mesmos skills para construir e desenvolver relacionamentos saudáveis e felizes?

…Caros Empreendedores… Como vão os vossos relacionamentos???

Se quisermos podemos fazer um paralelismo entre o Empreendedorismo e os Relacionamentos!

Tal como temos a consciência que, para criarmos um Projeto empresarial de sucesso, temos que estudar os mercados e as tendências, definir que tipo de negócio ou produto queremos criar, saber qual o valor acrescentado que esse produto/serviço oferece ao mercado e como nos podemos diferenciar da concorrência, elaborar cuidadosamente um Business Plan que contemple todos os fatores relevantes como o cálculo dos investimentos necessários, os recursos tecnológicos, a constituição da equipa certa estabelecendo os perfis de competências necessárias, estabelecer um plano de Comunicação, Marketing e CRM, investir na Comunicação Interna e criar Normas de Procedimento, definir uma Visão, Missão e os Valores de Empresa, encontrar as parcerias ideais para garantir o sucesso do Projeto, aprender ou desenvolver capacidades específicas como Liderança, Comunicação, Motivação Pessoal e de Equipas, Gestão de Tempo, Estratégia e Capacidade de Análise, Criatividade, elaborar um plano estratégico calendarizado e identificar os mais importantes indicadores como uma forma de monitorização dos processos e Feed-back de resultados, estabelecer politicas de qualidade e melhoria contínua, assumir um compromisso individual de dedicação e responsabilidade para com o Projeto de forma a garantir que será efetivamente um Projeto de Sucesso, etc…

Da mesma forma, também devemos considerar os nossos Relacionamentos como Projetos Pessoais de Vida que, para serem de qualidade, e entenda-se que para que um Relacionamento seja considerado de Qualidade, deverá cumprir certos requisitos como ser saudável, contribuir positivamente para o nosso crescimento e desenvolvimento como Seres Humanos, estar alinhado com a vivência dos nossos Valores Pessoais, Relacionais, Éticos e Morais, e ser um motivo de Felicidade!

Tal como num Projeto empresarial surgem contratempos e dificuldades que superamos pela Paixão e foco na nossa Missão, imprevistos que nos levam a repensar estratégias, feedbacks negativos que apesar de desagradáveis são extremamente úteis para que possamos criativamente encontrar novas soluções e formas de abordar questões, também nos relacionamentos nem sempre as coisas acontecem como idealizámos, nem sempre o “outro” está em sintonia com as nossas vontades ou necessidades imediatas, nem sempre sabemos comunicar da melhor forma, nem sempre as nossas expectativas são bem geridas ou correspondemos às espectativas do “outro”, originando frustrações, desânimo e desmotivação, discussões e cobranças, escaladas destrutivas ou afastamentos emocionais…

Ora bem, é aqui que sugiro que encarem os vossos relacionamentos como um Projeto de Vida, e apliquem a vossas melhores qualidades e espirito empreendedor nesta área da vossa vida, de forma a criarem e contribuírem para relacionamentos saudáveis e felizes!

Como podemos ter uma atitude empreendedora a nível dos relacionamentos? 

Empreendedores são pessoas que têm a capacidade de procurar e avaliar oportunidades, criar os recursos necessários para os colocar em vantagem, e proativamente agir de forma apropriada para assegurar o sucesso. São orientadas para a ação e altamente motivadas, dispostas a assumir riscos para atingirem os seus objetivos.

Ora, um Empreendedor Relacional rege-se pelos mesmos princípios! Por exemplo, quando conhece alguém que lhe desperta um interesse especial e quando o interesse é mútuo, inicia-se o “Processo de Conquista”.

Durante este processo, instintivamente, torna-se um verdadeiro Empreendedor Relacional!

Nessa altura, Escolhe e Decide! … Assume o interesse e dispõe-se à conquista focada e exclusiva dessa pessoa. Tem Iniciativas! Telefona, manda mensagens, aparece, demonstra atenção e afetos, reconhece os aspetos positivos, mostra disponibilidade, cuida da sua imagem e tem um comportamento adequado, celebra os momentos.

Cria uma Visão! …Faz planos para o futuro (seja este de médio ou longo prazo).

É Criativo! …Procura ser original e marcar pela diferença, faz surpresas e cria momentos especiais, mantém a boa disposição e procura revelar o melhor de si e ser uma boa companhia, desenvolve capacidades de comunicação. Tem a Coragem! …De assumir um risco, investindo emocionalmente. É Determinado! … Não desiste ao primeiro “não” ou ao primeiro contratempo, encontrando formas positivas de conquista.

Aceita uma Responsabilidade! … Ao assumir um compromisso. Organiza-se! …Reestabelece prioridades e reorganiza o tempo de forma a incluir o outro na sua vida, faz planos conjuntos. Atualiza Conhecimentos! …Demonstra interesse pelo outro, pelos seus gostos e preferências, pelas suas ideias e opiniões, pelos seus ambientes (família e Amigos) e está atento aos detalhes. É Emocionalmente Inteligente! …Permitindo-se sentir e compreender o outro, cultiva uma boa comunicação e a Intimidade, estando mais consciente dos seus próprios sentimentos.

A grande diferença de um Empreendedor Relacional é que não limita esta atitude à fase inicial, ou seja, à Conquista, mas tal como qualquer Empreendedor, mantém vivo o “Projeto”!

Para isto acontecer, é necessário manter presente o Objetivo comum, as razões pelas quais o investimento emocional é justificado e feito com prazer, manter excelentes níveis de comunicação e estar atento ao feedback (como indicador do bom alinhamento da relação), caso necessário ajustar estratégias de forma a ultrapassar eventuais contratempos sem perder a visão comum, garantir que os Valores da Relação estão a ser vivenciados e que os Valores Pessoais estão a ser respeitados, manter o equilíbrio das prioridades na gestão de tempo distinguindo importante de urgente, manter a coerência e assumir a responsabilidade das suas opções, celebrar cada momento valorizando o positivo, o construtivo e mantendo a sua total motivação para ser Feliz e parte de um “Projeto Comum”.

Um Relacionamento não é um dado adquirido, nem deve ser tomado como tal, sob pena de lhe deixarmos de dar a devida atenção, e o perdermos sem saber onde.

Um Relacionamento é uma Conquista diária!
Todos os Relacionamentos bem-sucedidos têm a mesma estratégia… os seus protagonistas são Empreendedores Relacionais!

…Seja Empreendedor na sua Vida Pessoal!


“Faça tudo o que fez durante a Conquista e no início…
…e a sua Relação não terá um Fim”
                                                                                                                 Anthony Robbins

By Diana Metello

International Results  Coach
CEO & Founder @ Action For Success
Published in “PROGREDIR”  –  Maio 2013

 

Porque precisam os líderes de Coaching?

Já dizia Lao-Tsé, filosofo da antiga China, que “Quando a obra dos melhores chefes fica concluída, o povo diz: Fomos nós que a fizemos”!
Esta pode ser a sua Vitória Empresarial… e quem é o herói desta história?
É você, caro executivo, que tem o dever de liderar a sua equipa em direcção ao sucesso!
…E “Uma longa viagem começa com um único passo” …A Decisão!

 

O Coaching funciona a favor dos resultados, ajudando líderes e chefes de equipa, a maximizar todo o seu potencial, e dos seus colaboradores, obtendo ganhos reais como consequência do desempenho de toda a equipa e contribuindo para a sua realização pessoal e profissional.

Hoje em dia e cada vez mais, as empresas exigem aos colaboradores um melhor e mais competitivo desempenho, capacidade de autonomia e auto aprendizagem, actualização constante, e para tal, o colaborador precisa de desenvolver recursos e capacidades tornando-se versátil e “multitask”.
Muitos não conseguem, ou não sabem como, caindo em desmotivação ou frustração, e não atingem os objectivos, enfim, toda a equipa acaba por sofrer.

A melhor estratégia empresarial é obviamente manter as pessoas motivadas, profissionais e produtivas no seu trabalho, o que passa por lhes proporcionar desenvolvimento, e gratificação pessoal.

 

O Coaching para Executivos (Executive Coaching) direccionado para áreas profissionais ou de negócio surge, e tem-se desenvolvido extraordinariamente, pelo facto de líderes corporativos e accionistas, estarem consecutiva e sustentadamente a constatar que se trata de uma opção estratégica poderosa e quantificável.
A razão fundamental para que um programa de Coaching seja implementado no seio de uma empresa é o retorno dos resultados de negócio (ROI).
Estes resultados podem passar pelo aumento dos lucros e a redução de custos, melhor performance de negócio e maiores vantagens competitivas.
O Coaching é sem dúvida o aconselhamento de carreira contemporâneo e para que este seja eficaz, deve ser estratégico e individualizado, tendo em consideração as necessidades e aspirações de cada elemento, e por outro lado, a abordagem e definição de objectivos deverá obviamente ser organizacionalmente adaptada à estratégia, visão e valores da Empresa.

Para tal, é necessário encontrar um equilíbrio entre a organização e o seu público interno. Este é segredo para a obtenção de resultados de negócio: Remar para o mesmo lado, sabendo que o sucesso é de todos e de cada um em particular, e considerando assim este factor essencial.

O Coaching para Executivos permite-lhes desenvolver capacidades e atitude de liderança, factores cruciais para atingir os resultados pessoais, de equipa e organizacionais pretendidos, ajudando consecutivamente líderes e Chefes de Equipa a tornarem-se mais estratégicos, motivadores e eficazes, contribuindo para equipas e colaboradores mais profissionais, que por sua vez criam clientes mais satisfeitos e clientes satisfeitos geram lucros mais altos.

As organizações que quiserem vencer no presente, sabem que o seu sucesso a longo prazo se baseia no compromisso e desempenho dos seus colaboradores.
De acordo com Noel Tichy, autor de The Leadership Engine (1997), “o recurso mais escasso do Mundo actualmente é o talento de liderança capaz de transformar continuamente as organizações para vencerem no Mundo de amanhã”.

Hoje, as empresas bem sucedidas sabem que recrutar e manter profissionais talentosos é algo que envolve investimento. A questão põe-se na exigência de retorno desse investimento.
Têm ainda a consciência que o desenvolvimento de talento de liderança, dentro da empresa, se tornará cada vez mais decisivo.

O Coaching permite superar obstáculos e limitações, desenvolvendo recursos e o potencial máximo de cada indivíduo, de forma a atingir níveis de Excelência.
Assim, contribui estrategicamente para construir uma estrutura sólida de competências no seio da organização, desenvolvendo recursos essenciais de comunicação, organização, motivação e resultados, garantindo o maior retorno desse investimento.

Um modelo eficaz de Coaching visa a autonomia do Coachee sustentada por novos recursos e hábitos implementados, ou seja, uma consequência pretendida deste processo é construído sobre uma plataforma de independência do Coach, sendo esta uma missão de transferência, não de dependência.


“Dê ao Homem um peixe e ele se alimentará por um dia… ensine-o a pescar e ele se alimentará por toda a vida”
                                                                                                                 Lao-Tsé.