Bem-vindo ao Clube dos Empreendedores Relacionais!

O que caracteriza o Empreendedor Relacional?
Como encarar os Relacionamentos à luz do Espírito Empreendedor de forma a criar e contribuir para relacionamentos saudáveis e felizes!

Já reparou que as pessoas mais facilmente investem na carreira, num negócio ou empresa, do que nas relações pessoais?

Já constatou que a grande maioria das pessoas acredita que os relacionamentos são fruto do acaso, de uma coincidência, do destino ou sorte?

Alguém que pense assim, deixa-se levar pela irresponsabilização do que lhe acontece na vida, aceitando passivamente, como um barco à deriva, as direções que a relação toma, de forma fatalista e impotente.

Já há alguns anos que se fala muito de Empreendedorismo em Portugal.

Convivendo com centenas de Empreendedores, verificamos que as pessoas estão de facto mais despertas e interessadas no desenvolvimento das suas características empreendedoras, explorando ao máximo recursos e competências para atingir objetivos e resultados a nível profissional, mas nem sempre são capazes de aplicar esse mesmos skills na construção de um projeto de vida tão importante como um relacionamento.

Já pensou que, assim como um Empreendedor toma nas suas mãos o seu destino profissional, e cria a sua própria realidade, concretizando os seus Objetivos e Sonhos empresariais, pode utilizar os mesmos skills para construir e desenvolver relacionamentos saudáveis e felizes?

…Caros Empreendedores… Como vão os vossos relacionamentos???

Se quisermos podemos fazer um paralelismo entre o Empreendedorismo e os Relacionamentos!

Tal como temos a consciência que, para criarmos um Projeto empresarial de sucesso, temos que estudar os mercados e as tendências, definir que tipo de negócio ou produto queremos criar, saber qual o valor acrescentado que esse produto/serviço oferece ao mercado e como nos podemos diferenciar da concorrência, elaborar cuidadosamente um Business Plan que contemple todos os fatores relevantes como o cálculo dos investimentos necessários, os recursos tecnológicos, a constituição da equipa certa estabelecendo os perfis de competências necessárias, estabelecer um plano de Comunicação, Marketing e CRM, investir na Comunicação Interna e criar Normas de Procedimento, definir uma Visão, Missão e os Valores de Empresa, encontrar as parcerias ideais para garantir o sucesso do Projeto, aprender ou desenvolver capacidades específicas como Liderança, Comunicação, Motivação Pessoal e de Equipas, Gestão de Tempo, Estratégia e Capacidade de Análise, Criatividade, elaborar um plano estratégico calendarizado e identificar os mais importantes indicadores como uma forma de monitorização dos processos e Feed-back de resultados, estabelecer politicas de qualidade e melhoria contínua, assumir um compromisso individual de dedicação e responsabilidade para com o Projeto de forma a garantir que será efetivamente um Projeto de Sucesso, etc…

Da mesma forma, também devemos considerar os nossos Relacionamentos como Projetos Pessoais de Vida que, para serem de qualidade, e entenda-se que para que um Relacionamento seja considerado de Qualidade, deverá cumprir certos requisitos como ser saudável, contribuir positivamente para o nosso crescimento e desenvolvimento como Seres Humanos, estar alinhado com a vivência dos nossos Valores Pessoais, Relacionais, Éticos e Morais, e ser um motivo de Felicidade!

Tal como num Projeto empresarial surgem contratempos e dificuldades que superamos pela Paixão e foco na nossa Missão, imprevistos que nos levam a repensar estratégias, feedbacks negativos que apesar de desagradáveis são extremamente úteis para que possamos criativamente encontrar novas soluções e formas de abordar questões, também nos relacionamentos nem sempre as coisas acontecem como idealizámos, nem sempre o “outro” está em sintonia com as nossas vontades ou necessidades imediatas, nem sempre sabemos comunicar da melhor forma, nem sempre as nossas expectativas são bem geridas ou correspondemos às espectativas do “outro”, originando frustrações, desânimo e desmotivação, discussões e cobranças, escaladas destrutivas ou afastamentos emocionais…

Ora bem, é aqui que sugiro que encarem os vossos relacionamentos como um Projeto de Vida, e apliquem a vossas melhores qualidades e espirito empreendedor nesta área da vossa vida, de forma a criarem e contribuírem para relacionamentos saudáveis e felizes!

Como podemos ter uma atitude empreendedora a nível dos relacionamentos? 

Empreendedores são pessoas que têm a capacidade de procurar e avaliar oportunidades, criar os recursos necessários para os colocar em vantagem, e proativamente agir de forma apropriada para assegurar o sucesso. São orientadas para a ação e altamente motivadas, dispostas a assumir riscos para atingirem os seus objetivos.

Ora, um Empreendedor Relacional rege-se pelos mesmos princípios! Por exemplo, quando conhece alguém que lhe desperta um interesse especial e quando o interesse é mútuo, inicia-se o “Processo de Conquista”.

Durante este processo, instintivamente, torna-se um verdadeiro Empreendedor Relacional!

Nessa altura, Escolhe e Decide! … Assume o interesse e dispõe-se à conquista focada e exclusiva dessa pessoa. Tem Iniciativas! Telefona, manda mensagens, aparece, demonstra atenção e afetos, reconhece os aspetos positivos, mostra disponibilidade, cuida da sua imagem e tem um comportamento adequado, celebra os momentos.

Cria uma Visão! …Faz planos para o futuro (seja este de médio ou longo prazo).

É Criativo! …Procura ser original e marcar pela diferença, faz surpresas e cria momentos especiais, mantém a boa disposição e procura revelar o melhor de si e ser uma boa companhia, desenvolve capacidades de comunicação. Tem a Coragem! …De assumir um risco, investindo emocionalmente. É Determinado! … Não desiste ao primeiro “não” ou ao primeiro contratempo, encontrando formas positivas de conquista.

Aceita uma Responsabilidade! … Ao assumir um compromisso. Organiza-se! …Reestabelece prioridades e reorganiza o tempo de forma a incluir o outro na sua vida, faz planos conjuntos. Atualiza Conhecimentos! …Demonstra interesse pelo outro, pelos seus gostos e preferências, pelas suas ideias e opiniões, pelos seus ambientes (família e Amigos) e está atento aos detalhes. É Emocionalmente Inteligente! …Permitindo-se sentir e compreender o outro, cultiva uma boa comunicação e a Intimidade, estando mais consciente dos seus próprios sentimentos.

A grande diferença de um Empreendedor Relacional é que não limita esta atitude à fase inicial, ou seja, à Conquista, mas tal como qualquer Empreendedor, mantém vivo o “Projeto”!

Para isto acontecer, é necessário manter presente o Objetivo comum, as razões pelas quais o investimento emocional é justificado e feito com prazer, manter excelentes níveis de comunicação e estar atento ao feedback (como indicador do bom alinhamento da relação), caso necessário ajustar estratégias de forma a ultrapassar eventuais contratempos sem perder a visão comum, garantir que os Valores da Relação estão a ser vivenciados e que os Valores Pessoais estão a ser respeitados, manter o equilíbrio das prioridades na gestão de tempo distinguindo importante de urgente, manter a coerência e assumir a responsabilidade das suas opções, celebrar cada momento valorizando o positivo, o construtivo e mantendo a sua total motivação para ser Feliz e parte de um “Projeto Comum”.

Um Relacionamento não é um dado adquirido, nem deve ser tomado como tal, sob pena de lhe deixarmos de dar a devida atenção, e o perdermos sem saber onde.

Um Relacionamento é uma Conquista diária!
Todos os Relacionamentos bem-sucedidos têm a mesma estratégia… os seus protagonistas são Empreendedores Relacionais!

…Seja Empreendedor na sua Vida Pessoal!


“Faça tudo o que fez durante a Conquista e no início…
…e a sua Relação não terá um Fim”
                                                                                                                 Anthony Robbins

By Diana Metello

International Results  Coach
CEO & Founder @ Action For Success
Published in “PROGREDIR”  –  Maio 2013

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *